4 de out de 2010

No dia 1º de outubro, o Dr. Rogério Ranulfo foi destaque
na editoria de saúde do Jornal de Brasília.
Confira abaixo, a matéria publicada.



Leia abaixo, na íntegra, o artigo assinado pelo Dr. Rogério Ranulfo:

HIPERIDROSE

A temperatura do corpo é mantida em equilíbrio através de mecanismos interligados. Entre eles, a produção do suor. Especialmente durante o exercício ou em ambiente onde a temperatura está mais elevada, o suor auxilia na homeostase corpórea. A sudorese é regulada pelo sistema nervoso autônomo simpático. Quando ocorre o excesso de atividade das glândulas sudoríparas e consequente transpiração excessiva, denominamos que há hiperidrose.

A hiperidrose é uma doença relativamente frequente e acomete cerca de 0,6 a 1 % da população. Por ser uma condição de extremo desconforto ao seu portador, associa-se a grande embaraço social e ao desenvolvimento de distúrbios de convívio na tentativa de, em busca do isolamento, esconder o problema. Ao suor excessivo é associado, como fator agravante, o odor fétido das áreas afetadas. A bromidrose é resultado da colonização bacteriana no local. A hiperidrose pode ser primária, sem causa aparente, ou secundária associada a outras doenças como o hipertiroidismo, distúrbios psiquiátricos, a menopausa e a obesidade. O seu início pode ser em qualquer fase da vida: na infância, na adolescência ou somente na idade adulta e pode estar associado à ocorrência familiar.

Os pacientes referem-se à sudorese constante, geralmente espontânea ou precipitada, com o aumento da temperatura ambiente, durante exercícios físicos, em episódios de ansiedade, pela ingestão de condimentos e até mesmo associado à febre.

O suor pode ser quente ou frio, mas constante; restrito a uma região (palma das mãos, planta dos pés, axilar, inframamária, inguinal ou cranio-facial) ou ocorrer de forma generalizada. Porém, geralmente melhora durante o sono. Para o tratamento clínico da hiperidrose empregam-se o uso de antiperspirantes e adstringentes (axilas), talco ou amido de milho natural (pés), sabonetes antissépticos e o uso de drogas antidepressivas, ansiolíticas e anticolinérgicas que promovem alivio parcial dos sinais. Porém, esses medicamentos se associam a diversos efeitos colaterais como alterações da visão, sedação, boca seca e problemas urinários. A psicoterapia de suporte pode ser tentada.

Uma alternativa terapêutica recente e eficaz é a aplicação da toxina botulínica, cujo efeito dura entre 6 meses a 01 ano. Mas, é indicada somente para áreas de pequena extensão.

Dentre os métodos cirúrgicos, a introdução da simpatectomia torácica por videotoracoscopia revolucionou o tratamento da hiperidrose palmar e axilar de forma segura, pouco invasiva e eficaz. Por meio de pequenas incisões e visão direta, o cirurgião interrompe o segmento da cadeia simpática causadora do distúrbio. Os resultados relatados são excelentes (98%) na hiperidrose palmar e de 70% de melhora nas formas crânio-facial e plantar. Relata-se entre 20% a 50% dos pacientes tratados, a ocorrência da hiperidrose compensatória em outras áreas do corpo predominantemente dorso e coxas e de duração geralmente transitória de até 6 meses como resposta termorreguladora do organismo.

Outra técnica disponível consiste na lipoadenoaspiração axilar. Nela, o dermatologista cirurgião, sob anestesia local tumescente, emprega uma cânula específica que cureta a face interna da porção mais profunda da pele e aspira as glândulas sudoríparas causadoras da hiperidrose. Os resultados são excelentes e poderão ser incrementados em nova sessão, se necessário. Geralmente não se associam à recidiva ou a hiperidrose compensatória, porém está restrita a hiperidrose axilar. Esses métodos cirúrgicos garantirão melhoria da qualidade de vida dos pacientes com resgate da auto-estima, do equilíbrio emocional e consequente melhor convívio social.

ROGÉRIO TÉRCIO RANULFO

22 de ago de 2010

Para os leitores

É com grande satisfação que inauguro esse novo espaço na web para tratar das mais modernas técnicas à disposição na área da dermatologia e estética. O propósito deste blog é ser um local que contenha novidades e dicas a respeito de assuntos que estão em voga na mídia nacional e mundial. Porém, o meu papel aqui não é clinicar pela internet e sim dar visibilidade aos principais temas que interessem a homens e mulheres que estão em busca de uma aparência melhor.

Boa leitura e não deixe de usar filtro solar!

Conheça um pouco mais sobre o dermatologista Dr. Rogério Ranulfo

Criador do método que trata cirurgicamente as estrias, o Dr. Rogério Ranulfo é hoje um dos expoentes da dermatologia brasileira. Em seu currículo, além de ter atuado nas áreas de pediatria e cirurgia plástica, foi presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia Regional do Goiás (SBD-GO). Neste período, esteve à frente de diversos cursos de atualização, palestras e jornadas oferecidos aos colegas de profissão para melhor capacitá-los acerca da realização de cirurgias dermatológicas.

Atualmente, o médico tem se dedicado à campanha “Prevenção ao Envelhecimento”, que está sendo realizada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, no qual é coordenador. Além dessa, já esteve engajado em diversas outras campanhas de conscientização a respeito dos males da exposição solar e chegou, inclusive, a criar uma cartilha que foi distribuída ao grande público sobre prevenção do câncer de pele.

Com consultórios localizados em Brasília, Goiânia e São Paulo, Rogério Ranulfo divide seu tempo entre o atendimento aos seus pacientes e a participação em congressos e simpósios médicos, onde é constantemente convidado para ministrar cursos e palestras para platéia formada por colegas de profissão do Brasil e de diversas partes do mundo.

Além do seu envolvimento com as questões da medicina, o dermatologista é apaixonado por arte e está, constantemente, em busca de peças raras para sua coleção. Adora viajar para diversos lugares do mundo em busca de exposições e museus com o intuito de adquirir ainda mais conhecimento para si. Além das artes, nutre outra paixão: a hotelaria de luxo. Em breve, concluirá uma pós-graduação na área e espera atuar como consultor de grandes empreendimentos turísticos.

Dr. Rogério Ranulfo na mídia

Conheçam algumas matérias publicadas sobre o trabalho do Dr. Ranulfo:



Revista Boa Forma de junho de 2010




Coluna Gilberto Amaral - Jornal de Brasília




Jornal Alô Brasília




Coluna Marlene Galeazzi - Jornal de Brasília

Avanço tecnológico para o tratamento de estrias

A pele possui como características a elasticidade, o tônus e a plasticidade. Quando distendida, dentro dos seus limites de resistência, é capaz de retornar à forma original sem sofrer alterações permanentes. Já quando esse limite é ultrapassado, a pele sofre sequelas, que são as estrias. São várias as causas atribuídas a elas. Por exemplo, a predisposição genética; a resposta a agentes mecânicos; fatores hormonais; a associação com algumas doenças e o uso inadequado ou prolongado de alguns medicamentos. Durante muito tempo, essa imperfeição estética não teve cura, mas, a cada dia que passa, novos avanços mostram ser possível a total recuperação do tecido dérmico acometido por essa irregularidade.

“O desenvolvimento dos lasers fracionados de érbio e CO2 promoveu uma revolução no tratamento das estrias. Esse avanço tecnológico possibilita que a pele retorne, gradualmente, ao seu aspecto original”, explica o dermatologista Dr. Rogério Ranulfo. De acordo com o profissional, as sessões de laser são múltiplas e realizadas com intervalos de seis a oito semanas, com anestesia tópica, podendo-se tratar grandes áreas corporais.

Quando surgem, as estrias geralmente são vermelhas ou da cor da pele normal, discretamente elevadas. Com o passar do tempo, na maioria das pessoas, tornam-se esbranquiçadas e atróficas. Para tratar estrias mais largas, como método complementar, se necessário, é possível utilizar a técnica da transcisão. Com uma agulha especial provoca-se um trauma no interior da estria desencadeando assim o processo reparador. Após essa etapa, um cordão fibroso substituirá as linhas atróficas iniciais indicando a fusão da pele e o posterior desaparecimento das estrias.

Outros tratamentos também se mostram eficazes e auxiliam na formação do novo colágeno na área das estrias. Segundo o Dr. Rogério Ranulfo, os peelings químicos com ácido retinóico complementam os tratamentos anteriores. O produto é aplicado sobre a pele e após algumas horas, é removido. Realizado mensalmente, pode ser associado à microdermoabrasão com cristais de alumínio.
A prevenção é possível, mas exige alguns cuidados como o uso de cremes hidratantes específicos e evitar a rápida distensão da pele, seja na gravidez ou no crescimento com controle do peso corporal.

Aniversário da Clínica do Dr. Rogério Ranulfo em Goiânia


No dia 16 de agosto, o Dr. Rogério Ranulfo comemorou 15 anos de atuação de sua clínica situada em Goiânia. Clientes e amigos estiveram presentes para abraçar o profissional e assistir diversas palestras que faziam parte da programação de aniversário. O consultor e artista plástico Sandro Torres, ao lado do Dr. Rogério Ranulfo nesta foto, ministrou palestra sobre obras de arte e o mercado nacional e internacional.

Dr. Rogério Ranulfo, em entrevista para o programa Click Gyn, da Rede TV


Durante a realização do evento, alguns procedimentos da clínica tiveram descontos diferenciados e parte da renda obtida foi doada para o Centro de Valorização da Mulher Vítima de Violência Doméstica (CEVAM).

Veja abaixo as fotos dos melhores momentos:



O cerimonialista Mauro Camilo ensinou para os presentes algumas dicas de como receber bem em casa e contou episódios de sua carreira como organizador de diversos eventos em Goiânia e Brasília

Dr. Rogério Ranulfo, e os produtores da revista Inesquecível Casamento: Flávia Borges Teixeira e Marcus Vinícius C. Ferreira

Os produtores do Centro-Oeste da revista Inesquecível Casamento falaram sobre o editorial da publicação que é veiculada em Goiânia e Brasília. A empresária Flávia Borges Teixeira, em outro momento, ministrou palestra sobre roteiros de luxo ao redor do mundo



A psicóloga Mara Suassuna encantou a platéia falando sobre a importância da auto-estima e de como é preciso que as mulheres tenham uma rotina de cuidados diários com a beleza e a saúde e atitudes positivas perante a vida



A coordenadora do CEVAM em Goiânia, Maria Cecília Machado, falou sobre os problemas enfrentados pelas mulheres e crianças que chegam à instituição vítimas de violência doméstica e abordou também a necessidade de ajuda da comunidade para auxílio financeiro e apadrinhamento de jovens internas no local

A chef Stela Maria e o Dr. Rogério Ranulfo

A chef Stella Romanholli e o Dr. Rogério Ranulfo





A culinária não foi esquecida. As chefs Stela Maria Alves e Stella Romanholli estiveram presentes e apresentaram alguns quitutes preparados especialmente para a ocasião.



Uma consultora do Boticário ensinou dicas de maquiagem e maquiou as clientes presentes.